• Igreja Presbiteriana Unida de São Paulo - 117 Anos

Pastoral

10 VERDADES A SEREM LEMBRADAS SOBRE O EVANGELHO
A IGREJA E A MISSÃO

 

1. O Evangelho de Deus é supracultural e transtemporal. Suficiente para comunicar a verdade de Deus a todo homem, em todas as culturas, em todos os tempos e em todas as organizações sociais, seja uma aldeia remota ou uma megacidade (Mt 24.14; Jo 3.16; At 1.8).

 

2. O Evangelho não é apenas a verdade, mas também o poder de Deus. A mensagem bíblica é profundamente confrontadora e transformadora, atingindo e transformando o homem em todos os níveis de sua existência, inclusive o cultural (Rm 1.20; At 17.18-32; At 8. 12-23; Gl 1.16).

 

3. O Evangelho começa em Deus e fala sobre a Sua salvação. O Evangelho não é a mensagem da igreja sobre Deus, mas de Deus sobre a Salvação da igreja. A mensagem do Evangelho não é a igreja e seus feitos, mas Jesus Cristo, Sua morte e ressurreição (Rm 1.1-2, 16 e 15.16; Ef 2.14-22).

 

4. O pecado nos separa de Deus. O homem, em pecado, está distanciado de Deus e totalmente carente de Sua graça e salvação. O Evangelho convida o homem a compreender que está perdido e arrepender-se dos seus pecados (Gn 2.17; Is 59.2; Rm 1).

 

5. A igreja é a comunidade dos redimidos, originada em Deus e pertencente a Deus. Não foi formada para agradar aos desejos e preferências de homens, mas para agradar e obedecer a Deus (1Co 1.1-2; Ef 4.11).

 

6. A igreja não é uma comunidade alienante. Aqueles que foram redimidos por Cristo continuam sendo homens e mulheres, pais e filhos, fazendeiros e comerciantes que respiram e levam o Evangelho onde estão (1 Co 6.12-20).

 

7. A igreja é uma comunidade sem fronteiras, portanto fatalmente missionária. É chamada a proclamar Jesus perto e longe, em todos os lugares e prioritariamente entre os que pouco ou nada ouviram do Evangelho (Mt 28.18-20; Rm 15.20).

 

8. A vida da igreja, quando obediente às Escrituras, é um grande testemunho para o mundo perdido. É necessário, portanto, que viva aquilo que prega, que demonstre no dia-a-dia aquilo que confessa nos cultos públicos (Jo 14.26; 16.13-15).

 

9. A primeira missão da Igreja não é proclamar, mas morrer. Somente morrendo para nossos pecados e desejos viveremos para Cristo e Seu Reino (Gl 2.20; 1Pe 2.9).

 

10. A missão maior da igreja é glorificar a Deus. Nessa caminhada é preciso que a igreja se desglorifique para de fato glorificar ao Senhor (Sl 108.5; Fp 1.11; Rm 16. 25-27).

 

Rev. Ronaldo Lidório